Amigos, grandes novidades na área! A temporada 2017 do nosso “Canal do Conhecimento em Saúde – A sintonia da saúde vital” será gravada em São Paulo e pra começar esta jornada com alto impacto, nada melhor do que realizar esta inauguração em uma semana altamente especial dentro do calendário educativo em saúde, justamente a Semana da Saúde que reúne de forma oficial o Dia Mundial de Saúde, comemorado no dia 7 de abril, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

E pra honrar a grandeza do tema fomos ao belo Espaço Surya Brasil, onde o Prof. Marcelo Anselmo entrevistou a Profa. Carina Nery, em uma pauta que falou sobre uma prática que não sai mais da evidência nas academias ou nas clínicas de reabilitação, o Pilates.

O que é o Pilates?

Segundo Carina, o Pilates é um conjunto de exercícios criados pelo alemão chamado Joseph Pilates, em meados de 1920, podendo ser executado no Solo (Pilates Solo) ou em Equipamentos (Pilates com aparelhos), no intuito do controle e conexão completa entre mente e corpo, sendo utilizado tanto na restauração da saúde de pessoas em condições patológicas (reabilitação) quanto na melhoria da qualidade de vida de pessoas saudáveis (prevenção, condicionamento físico e treinamento desportivo).

Dessa forma, podemos considerar que o Método Pilates foi originalmente concebido com o nome de Contrologia, consistindo em uma série de exercícios com diversas finalidades: o fortalecimento da musculatura estabilizadora profunda do abdômen, a promoção da mobilidade para as articulações, a reeducação do movimento, a consciência corporal e a melhoria da postura corporal. E, esta Contrologia apresenta seis princípios:

  1. Concentração: Durante a prática do Pilates, a atenção deve ser direcionada para cada parte do corpo, com o intuito de garantir que o movimento seja desenvolvido da forma mais efetiva possível;
  2. Controle: Consiste no controle do movimento, havendo o discernimento da atividade motora de músculos agonistas e auxiliares em uma ação específica, tendo em vista um padrão suave e harmônico de movimento;
  3. Precisão: Caracteriza-se no refinamento do controle e equilíbrio dos diferentes músculos envolvidos em um determinado movimento;
  4. Centramento: Conhecido como “Power House” ou Centro de Força, sendo considerado o ponto central para o controle corporal, representado principalmente pelos músculos abdominais e períneo;
  5. Respiração: A prática dos exercícios enfoca a respiração como o fator primordial durante a execução de todos os movimentos;
  6. Fluidez: Este princípio está voltado ao tipo de movimento, que deve ser feito de forma controlada e contínua, havendo qualidade de fluidez e leveza na execução;

Que tal aproveitar a Semana da Saúde e adquirir hábitos saudáveis?

Então, e que tal depois de você saber sobre todos estes efeitos do Pilates na saúde, colocá-lo no seu lifestyle (estilo de vida)? Aproveite e fique sintonizado no nosso Canal do Conhecimento aqui no website da Plenitude e inscreva-se no nosso canal no Youtube para entender melhor sobre técnicas e práticas saudáveis, de forma prática e aplicável no cotidiano, e, sobretudo, não armazenando o conhecimento apenas pra si, mas, propagando para familiares e amigos, pois, a vida de todos precisa de cuidado, energia e vitalidade!

– Carina Nery Subires é Professora de Educação Física, Especialista em Pilates e em Rolfing, além de sócio-diretora do Biotipo Studio Pilates.

contato@biotipopilates.com.br

Nossos agradecimentos especiais: