As 3 diretrizes de Tratamento do Idoso na Atenção Domiciliar

O atendimento à população idosa em casa é sempre desafiador, não é mesmo? Você, Professor de Educação Física, Fisioterapeuta, Terapeuta Ocupacional, Fonoaudiólogo, Psicólogo, enfim, você que é profissional de saúde, independentemente da sua área de atuação, sabe muito bem sobre o que estou falando! Atender em casa tem seus aspectos positivos, no entanto, sempre ficamos com “aquela pulga atrás da orelha”, será que o ambiente residencial é, de fato, seguro para meus clientes? Será que eles conseguirão fazer o que estou pedindo? Como colocar em prática técnicas inovadoras para que o meu atendimento não caia na mesmice e desestimule o idoso?

No meio de tantas interrogações que, por vezes, assustam o profissional da saúde, é determinante que tenhamos 3 diretrizes nas técnicas que aplicamos na Gerontologia, independentemente, se o trabalho for no contexto preventivo e/ou reabilitativo:

Ou seja, cada um destes aspectos possui grande relevância frente às necessidades do idoso. A Replicação está ligada à facilidade de contextualização e de reprodução do recurso dentro da casa do idoso, com baixo custo e sem sobrecarregar o profissional. A Eficácia volta-se à cientificidade, isto é, aos estudos científicos que validem o recurso, e a Solução Integral firma-se no contexto de uma atenção ao idoso que empregue o Modelo Biopsicossocial, fortalecendo a recuperação ou a manutenção da qualidade de suas interações cotidianas.

Dentre alguns poderosos recursos que temos em mãos, a Meditação e a Estimulação Cognitiva cada vez ganham mais profissionais adeptos, justamente por seguir tão bem estas 3 diretrizes. Particularmente, trabalho muito na linha da meditação da atenção plena, o Mindfulness, com resultados consistentes na esfera cognitiva, motora e comportamental dos meus clientes idosos. Além disso, acredito fortemente também na Estimulação Cognitiva, como uma técnica que auxilia na manutenção dos tipos de memória e exerce efeitos benéficos ao cérebro devido à realização das duplas-tarefas (isto é, o idoso realizar uma tarefa cognitiva e motora ao mesmo tempo).

Desse modo, quero convidar você a ter acesso a estes 2 recursos fantásticos no Curso Terapias Mente-Corpo na Gerontologia que eu irei ministrar em conjunto com o Prof. Anderson Amaral no dia 22 de julho em São Paulo. Uma verdadeira Imersão Teórico-Prática com chancela internacional, capaz de colocar sua carreira como profissional da Gerontologia em um nível completamente diferenciado e pleno!

Abraços fraternais e até lá,
Prof. Dr. Marcelo Anselmo.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp