Atenção Domiciliar na Gerontologia: Que tal um olhar educativo e preventivo?

Só conseguimos gerar saúde com prevenção, entretanto, só geramos prevenção a partir da educação!

Além do cunho filosófico e dos impactos no sistema de saúde esta frase possui um elo muito consistente com a longevidade saudável e, acima de tudo, com novos caminhos para a Gerontologia.

O envelhecimento humano é notório, as Doenças Crônicas Não-Transmissíveis (DCNTs) aumentam cada dia mais, e a renda do brasileiro a cada mês fica mais apertada! Ou seja, se o nosso cliente é idoso (ou está se tornando mais velho), sendo obeso, diabético ou sedentário e vê seu salário ou aposentadoria se esvaindo, isso faz com que você se adapte a estas circunstâncias, propondo formas de alternativas de prevenção e/ou tratamento, pois este cliente tem dificuldades na locomoção, muitas vezes não conta com o apoio (amparo) da família e por mais que esteja sendo acompanhado por você em um viés de tratamento contra alguma doença ou disfunção, ainda possui um pouco de vitalidade remanescente, necessitando assim de uma abordagem promotora em saúde! Isto é, um aspecto que promova saúde o mais próximo da integralidade possível (emocional, física, mental e social) vide que a pluralidade das manifestações vem se tornando cada dia mais crônica.

Mas, de fato, como aplicar na prática este olhar educativo e preventivo nos trabalhos com os idosos? Que recursos os profissionais de saúde podem utilizar? Dentre o leque que temos em mãos, salientamos 3 técnicas com alta eficácia:

atencao-domiciliar-na-gerontologia-meditacao

Meditação: Um dos recursos mais valiosos para dar concretude a este panorama educativo! Existem diversos tipos de meditação, mas um dos mais benéficos dentro do contexto da Gerontologia é o Mindfulness, a meditação da Atenção Plena, técnica que enfoca o momento presente gerando uma interação mais profunda com os estímulos do cotidiano, sendo muito efetiva para reduzir os efeitos das demências e prover um equilíbrio emocional mais duradouro ao idoso, reduzindo manifestações de ansiedade, depressão e solidão.

atencao-domiciliar-na-gerontologia-culinaria

Culinária: O ato de preparar uma refeição engloba múltiplas competências, melhorando os processos mnemônicos, o processamento e assimilação de informações, os aspectos coordenativos e ainda favorecendo a interação com o alimento e com o evento social em torno da mesa.

atencao-domiciliar-na-gerontologia-cognitivo

Estimulação Cognitiva e Motora: Pelo cérebro chegamos ao corpo, e claro, pelo corpo podemos chegamos ao cérebro também! A Estimulação Cognitiva e Motora emprega estímulos com materiais lúdicos enfatizando a melhoria das funções cerebrais e seus desdobramentos nas capacidades funcionais.

O curativo e o paliativo sempre (sempre mesmo) existirão!!! Mas, podemos abrir um espacinho para o educativo e preventivo também?

E se você é profissional da saúde e vem há tempos com anseios de melhorar a qualidade do seu serviço, inovando nas técnicas e recursos que utiliza com os idosos, no intuito de promover uma abordagem mais preventiva e educativa temos um super convite pra você!

Dia 1º de outubro, sábado, (justamente no Dia Internacional da 3ª idade) teremos o curso “Atenção Domiciliar na Gerontologia” no RJ em uma proposta única de valor, unindo Estimulação Cognitiva, Nutrição Funcional, Meditação Mindfulness e Adaptações Residenciais, fazendo com que você chegue a um nível de serviço em Atenção Domiciliar de excelência!