Estimulação Cognitiva: Da Neurociência à Saúde Funcional

Uma verdadeira máquina! Sim, esta é a definição quando buscamos adjetivos para uma das maiores e mais misteriosas construções da natureza humana, sim, ele mesmo, o cérebro!

Ele fabrica pensamentos, realiza operações em frações de segundos, possui memórias de diferentes tipos, armazena fatos e experiências por diferentes vias. Ufa! De fato, podemos concebê-lo como uma máquina e estas são somente algumas das funções já descobertas pela Neurociência, isto é, a área da ciência que estuda o desenvolvimento e as funções cerebrais.

É interessante perceber que apesar desta “engrenagem de funcionamento automático” ter uma capacidade fenomenal para controlar todas as funções humanas, o cérebro vem perdendo sua eficácia pelo acúmulo de tarefas, desgaste psicofísico e uma entressafra exacerbada de fluxo de informações. Podemos dizer que vivemos na Era da Densidade Informacional, ou seja, temos uma imensidão de dados para lidar no cotidiano, e, muitas vezes, isto é capaz de gerar um “lixo mental”, o que acarreta na incapacidade de gerirmos tantas informações de forma útil.

Dessa forma, uma das técnicas mais efetivas para contribuir para a saúde mental é a Estimulação Cognitiva. Esta técnica usa materiais alternativos (copos de plástico, canudos, talheres, guardanapos, varetas) combinando tarefas cognitivas e motoras ao mesmo tempo. Ex.: fazer uma contagem de 1 a 10 enquanto você manipula uma vareta da mão direita para a esquerda.

Reproduzir vídeo

Confira no vídeo acima um pouco sobre Estimulação Cognitiva na prática!

Este mecanismo de ação é capaz de proporcionar efeitos altamente benéficos na Cognição humana (na articulação do conhecimento e na estabilização mnemônica), isto é, no equilíbrio das memórias, mas não apenas no aspecto cognitivo, e também, no aspecto físico, dando concretude ao que chamamos de Dupla-Tarefa, que significa, realizar uma tarefa cognitiva e motora ao mesmo tempo e com alto desempenho, reduzindo o Piloto Automático (lembra do Mindfulness?), sendo muito interessante de ser feita não apenas por idosos no tocante à reabilitação de sintomas de demências, mas, à qualquer pessoa e em qualquer faixa etária.

Para termos uma harmonia na Era em que vivemos é (mais do que) necessário termos um Super Cérebro! Para isto, você precisa treiná-lo e a Estimulação Cognitiva é um dos recursos mais fáceis e eficazes que existe!

E a Estimulação Cognitiva é parte do Curso Terapias Mente-Corpo na Gerontologia, um curso presencial com chancela internacional, sendo ministrado por 2 grandes referências no estudo do Envelhecimento Humano, o Prof. Anderson Amaral e o Prof. Dr. Marcelo Anselmo (ministrando a parte sobre Mindfulness – Meditação da Atenção Plena), sendo realizado no dia 22 de julho em São Paulo!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp