Praticar o Mindful Eating com Chocolate reduz a compulsão pelo alimento, o que favorece a saciedade e a experiência sensorial!

Dr. Marcelo Anselmo, seria o chocolate o líder das compulsões alimentares? Costumo dizer que ele, de fato, é aquele alimento que nos seduz, e, infelizmente, esta sedução, por vezes, acaba resultando um “comer no piloto automático”, ou seja, ingerimos ele como um verdadeiro antídoto para desequilíbrios presentes no nosso dia a dia.

O aspecto de discussão que quero ilustrar pra você é que sedução faz com que tenhamos uma compulsão descontrolada para este alimento! Partilho da premissa sempre com meus alunos e pacientes de que a bioengenharia humana é baseada na manutenção e/ou retomada da felicidade e prazer, e não há ato na humanidade que gere estas duas sensações de forma tão rápida do que a comida. E, o chocolate, por sua vez, proporciona este processo de modo ainda mais veloz, justamente pelo sabor que os tipos de chocolate apresentam e por questões relacionadas ao nosso Comportamento Alimentar, derivadas do paladar acostumado e condicionado ao nosso “líder” das manifestações de Transtornos Alimentares!

Devido aos índices da saúde da população brasileira relacionadas às doenças de caráter psicossomático, como: Ansiedade, Estresse Crônico e Obesidade, tais como: “Brasil com o país com a maior taxa de Transtorno de Ansiedade do mundo”, “trabalhador brasileiro como o segundo mais estressado do universo” e “1 em cada 2 brasileiros apresenta sobrepeso”, o chocolate deflagra-se como uma notória “válvula de escape” capaz de reduzir as Pressões da Vida Diária, o que costumo brincar de chamar pela sigla PVDs, isto é, um recurso instantâneo de bem-estar ou, até mesmo, denotando-se como um momento de Detox intrínseco ao redor da tensão ou da agitação cotidiana!

Baseado nestes contextos, quero que você perceba é que não podemos condenar ou apregoar efeitos maléficos desta iguaria! Pelo contrário! Afinal de contas, o chocolate possui uma infinidade de benefícios para nossa saúde. O que precisamos é equilibrar essa relação com o insumo, reduzindo a Compulsão Alimentar e ingerindo-o de forma mais sensorial, ou seja, de maneira que a maior parte dos nossos sentidos possa, de fato, ser despertada no presente ato em que estamos desfrutando do “nosso amigo”.

Considerando estes fenômenos, o Mindful Eating emerge como uma técnica que favorece esta experiência sensorial e hedonística (de felicidade) com o Chocolate, proporcionando mecanismos neurais de maior atenção ao ato da ingestão por meio da Atenção Plena na Alimentação, resultando no despertar dos sentidos para participação na experiência de degustação do chocolate e cultivando atitudes de gratidão na nossa psique.

Que tal fazer o Mindful Eating com o Chocolate agora!? Deixo você com o vídeo + áudio “Choco Experience” pra que você, de fato, possa Meditar e Comer o chocolate ao mesmo tempo, por intermédio deste Áudio que faz parte do MESE (Mindful Eating Sound Experience) que criei, narrando a experiência do desfrutar do chocolate de forma imersiva pra você! Prepare seu bombom, tablete ou barrinha de chocolate e utilize seus fones de ouvido, levando o MESE pra sua mesa agora com esta incrível e inovadora experiência do Comer Consciente pelo Choco Experience!

Abraços fraternais,
Prof. Dr. Marcelo Anselmo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp