Namorados eternamente! Os pares perfeitos da alimentação brasileira

Hoje neste 12 de junho, dia dos namorados, além de estarmos envoltos em flores, chocolates, cinemas, enfim nesta “overdose romântica” latente da data, precisamos ampliar os horizontes e perceber que a harmonia entre um casal não se resume apenas a dimensão humana!

Sim, é isso mesmo! Amparado no viés da metáfora e no romantismo da data, queremos que você observe o amor pela ótica da simbiose, o alinhamento das essências, e mais do que isso, pela visão cabalística da “karametade” que existe nos… alimentos!

Vamos admitir que, de fato, eles são pares perfeitos! Completam-se em formas, cores, e, sobretudo, em sabores! E por mais que a força da criatividade e das invencionices apareça, ah, eles sempre ficam melhores quando estão ao lado do seu par tradicional! Confira os 3 pares que selecionamos:

Alface e Tomate

As cores saltam os olhos, não é mesmo? O verde e o vermelho se harmonizam de uma forma única! A alface é uma hortaliça rica em nutrientes e clorofila, tendo a destacável função de alcalinização e desintoxicação. Constitui-se em uma importante fonte de vitaminas (A, C e niacina) e sais minerais (sais de enxofre, fósforo, ferro, cálcio e silício). Já o tomate, possui o famoso licopeno, uma substância antioxidante, que ajuda no rejuvenescimento da pele, na neutralização dos radicais livres e ainda estimula a atuação do sistema imunológico. Ademais, é rico em vitamina A, C, potássio, sódio e magnésio.

Arroz e Feijão

O par mais tradicional da mesa brasileira (e um dos mais nutritivos também)! O arroz possui diversas vitaminas do complexo B, carboidratos, cálcio, folato e ferro. Já o feijão é um alimento com grande quantidade de proteína vegetal, também sendo fonte de ferro, vitaminas do complexo B e demais minerais fundamentais para o bom funcionamento do organismo.

E pra ficar ainda melhor dentro do nosso cenário de Dia dos Namorados, além de fornecerem diversos nutrientes ao corpo, os aminoácidos que faltam em um alimento podem ser encontrados no outro, isto é, o arroz é pobre no aminoácido lisina, que por sua vez é encontrado em abundância no feijão. Por outro lado, o aminoácido metionina é pobre no feijão, mas, é encontrado em abundância no arroz!

Queijo e Goiabada

Deixamos por último realmente o par mais romântico de todos, o nosso Romeu e Julieta! E você sabe o grande efeito desta combinação? A proteína do queijo faz com que a digestão rápida dos carboidratos presentes no doce se torne mais lenta. Com isso, a saciedade é prolongada e a fome só aparece depois de algum tempo, fazendo com que o consumo de doces fique reduzido também.

E, você? Conhece mais algum par perfeito da nossa alimentação? Fale pra gente! A partir de hoje considere que a mesa precisa ter beleza (e pitadas de amor também)!

E, claro, que tal desfrutar destes pares perfeitos hoje neste dia especial? Afinal de contas, a refeição está completa, tem salada, prato principal e sobremesa!