Parte 1 – Impactos do Estresse no Triângulo da Dinâmica humana

Ao longo das minhas experiências clínicas com pacientes em diversos tipos de práticas na prevenção ou na reabilitação, pude detectar que o ser humano é regido por uma profunda sinergia. Esta palavra sinergia no viés da Etimologia (ciência que estuda a constituição das palavras) significa “unidade de trabalho”, sendo explicada como: “esforço coordenado de vários subsistemas na realização de uma tarefa complexa ou função”.

O que é o Triângulo da Dinâmica Humana?

Esta concepção se articula de forma bem interessante, caracterizando-se como um “esforço coordenado de subsistemas”, pois partimos da realidade que as unidades humanas necessitam estar equilibradas para que estejamos em um estado de harmonia plena harmonia genuína. Partimos da premissa que todos os sistemas do corpo possuem relevância e atuação específica do ponto de vista orgânico, contudo, acredito que três destes destacam-se nesta regência, que chamo de “Triângulo de Dinâmica Humana”, ou seja, a modulação e a regência do ser humano no seu meio depende da integração entre estas esferas:

bg-teaser

Baseado neste panorama, o Triângulo composto pelo Mente-Corpo-Emoções se deflagra em muitos contextos nas atividades de nossa vida diária, os quais por vezes não percebemos, exercendo uma teia de efeitos amplamente interconectados.

Marcelo, e quais são os Impactos do Estresse no Triângulo da Dinâmica Humana?

Reflita agora, por exemplo, na dor no ombro que você sente quando está na cadeira do seu escritório. Conforme você passa horas na mesma posição corporal, há o aumento na intensidade da experiência dolorosa no músculo do ombro (Corpo), gerando assim um despertar de angústia no aspecto psicológico (Emoções), e, por conseguinte, um desdobramento de redução da concentração (Mente), pois obviamente a dor diminui seus níveis de atenção.

Outro exemplo interessante que posso lhe demonstrar é o de realizar apresentações de projetos no seu trabalho (quem nunca, não é verdade!?), digamos que você recebeu às 15h uma notícia que terá de realizar uma apresentação à sua diretoria às 17h! Os gatilhos começam com a elevação da sensação de medo (Emoções) que fatalmente combina com desconforto abdominal, devido à irritação dos intestinos (Corpo) e por fim resulta em um aumento exponencial da atividade cerebral (Mente) por você estar em um estado de alerta permanente por conta da tarefa da apresentação.

No próximo artigo trarei pra você a parte 2 deste Artigo falando sobre como o Ambiente pode impactar neste equilíbrio triangular.

Neste interim quero que você desfrute do meu curso EAD 100% gratuito de Introdução ao Estresse! Aproveite!

Abraços fraternais,
Prof. Dr. Marcelo Anselmo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp